terça-feira, 30 de maio de 2017

A fazenda Sta Gertrudes

Todos sabem que as ferrovias e o ciclo do café mantiveram uma relação recíproca de crescimento. Uma impulsionou a outra.
Uma das fazendas de café que teve uma relação muito próxima com a ferrovia foi a faz. Sta Gertrudes, no estado de São Paulo, durante a gestão do Marques de Três Rios. Este nobre trouxe a ferrovia para a região, e em particular a fez passar na porta de sua fazenda, para o transporte de café.
 Esta fazenda foi posteriormente herdada pelo conde de Prates, que como hábil administrador e empreendedor, impôs um desenvolvimento muito forte a sua fazenda e toda a região.
Sua história pode ser mais detalhada no site:

Esta fazenda mantém visitas guiadas e mais informações podem ser obtidas no endereço acima.

A história da estação pode como sempre, pode ser conhecida no blog do Ralph Giesbrecht:

Em minha maquete, tinha que ter uma representação, mesmo que modesta de uma fazenda de café. Então, minha versão da fazenda ai se apresenta:
OK, é apenas uma modesta representação, mas vale pela menção ao fato do café e a ferrovia andarem sempre juntos. A verdadeira fazenda é imensa, com várias construções.


A casa sede da fazenda, a ferrovia e uma parte do cafezal.


terça-feira, 28 de março de 2017

Expositor para locomotivas

Há tempo que eu precisava organizar minhas locomotivas, criar um espaço só para elas.  Afinal, as locomotivas são o principal atrativo e o orgulho de qualquer ferromodelista.
Já vi colegas que as guardam nas próprias embalagens. Sem dúvida, em termos de preservação isto é ótimo, mas com o tempo você pode até esquecer de alguma delas. 

Situação caótica de armazenamento





















Então resolvi construir um expositor. Mãos à obra, e o projeto foi esboçado:





Reuni retalhos de madeiras que eu tinha, juntei MDF (Medium Density Fiberboard para quem como eu, não sabia o significado do termo), ripas e outros restos, e fui montando.

Poucas máquinas, mas muito suor.....

Estrutura principal MDF de 15 mm e ripas de 5 cm

Cuidado com as medidas e esquadro....   O que nem sempre é muito fácil

Colorgin Spray para proteção. Também não tinha uma lata cheia, então fica meio esfumaçado. (efeito artístico!)
 E voilà....  Uma tarde  de domingo, algumas Heineken's e eis o resultado:





quarta-feira, 14 de maio de 2014

Visão geral da maquete

Como a maquete agora está instalada na cidade de Silveiras (SP), em uma garagem, agora pode ser visitada por todos que  passam pela rua.
Adicionalmente, devido a posição do sol no outono, a tarde, é possível ver a maquete com luz solar direta, ao cair da tarde.
Com isto, formam-se sombras, que dão uma impressão mais realista do conjunto. Posto algumas delas:
Vista da saída do túnel

Consultório médico do Dr. Darwin e futura pharmácia
Prefeitura e o Paço Municipal

Vila dos trabalhadores


Horto Guarany em primeiro plano

em primeiro plano, vila de trabalhadores e setor industrial ao fundo




Solar do Conde de Pinhal

terça-feira, 13 de maio de 2014

PREFEITURA

Como toda cidade deve ter a sua prefeitura, vamos lá.....

A partir de peças modulares, moldadas em PUR, vamos criando dispositivos e juntando umas as outras:


















A colagem é feita sob pressão de algumas horas:



















Escolhendo a árvore principal da praça:


 Pinheiro


 














 Coqueiro




Ipê rosa
















O escolhido é a árvore típica brasileira: o IPÊ

















Já com o jardim e pintura finalizada






Vistas de vários ângulos













































Assim ficou com Placa e pessoas.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Novas Construções

Resolvi colocar todas as construçoes de época.  Erro grasso de principiante, mas em ferro-modelismo sempre dá para corrigir.  Ainda bem....



Com vários moldes de silicone construidos, tenho uma variedade de peças para montar diversas construções. Tudo modular.




Abrindo os vãos de janelas

A frezadora é uma máquina muito útil nestas horas

As várias peças do Solar....
Verificando a montagem, e iniciando o estudo para o telhado

Outra casa, já muito menor, de camponeses...
 
Comparativo de dimensões

Foi ficando assim:

Denominei "SOLAR DO CONDE DO PINHAL"

A história do conde de Pinhal pode ser vista aqui:
http://www.casadopinhal.com.br/historia.htm




Casa já construida. Separei a maquete em quarteirões, e estes em terrenos, que posso ir trocando de local. Tudo modular. 

sábado, 5 de janeiro de 2013

Exemplos de aplicação de peças moldadas

Após longo tempo fora do bobby, retomo as postagens,  dando continuidade ao último post.  Tendo um molde de uma peça, podemos fazer várias peças, moldando com a resina de sua preferencia.  Eu gosto de utilizar PUR maciço. Assim, moldei 10 peças, no molde mostrado na última postagem, e com a ajuda da frezadora, pude abrir várias portas, e assim, estou reformando a transportadora, fazendo um modelo mais adequado à época dos trens.  Está ficando assim;
Estou fazendo vários outros moldes, a medida que forem ficando prontos, irei postando.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Fazendo um molde de silicone

Vou mostrar o passo-a-passo de se construir um molde de silicone, para reproduzir peças, a partir do modelo original. Este será um molde unifacial, que permite reproduzir somente peças planas.

Material necessário:
Resina de silicone, encontrada em lojas de artesanato.
Catalizador da resina.
Superfície plana (recomendo uma placa de polietileno, encontrada em lojas de plásticos industriais)
Becker ( ou copos plásticos descartáveis)
Espátula
Balança de precisão
Plastilina




Preparando o molde: uma junta de tubo de PVC, a peça modelo, tudo apioado sobre uma placa de Polietileno. Tudo pode ser fixado usando plastilina (massinha de modelar).
Passar vasilina líquida ou em pasta sobre a superfície plana, e sobre a peça modelo, para poder destacar do silicone depois de curado.


Pesando o copo: 4,5g


Vamos preparar uma certa quantidade de silicone: vazar a resina pura no copo:


Pesando agora a quantidade de resina: 272,4g ( o peso do copo está somado).


tudo pesado, com as proporções mantidas, o catalisador deve ser adicionado na proporção de 4%. A planilha já leva em consideração o peso do copo:


resultado final, 283,1g de mistura final, copo, resina e catalizador.


Agora é necessário homogeinizar muito bem o catalizador a resina. O ideal é fazer em pequenas quantidades, de até 100g por vez:


Vazar a mistura bem homogeneizada na fôrma:


Agora basta aguardar 24 hs, para a cura completa do molde:


E 24 hs depois, o molde está pronto:


Aqui temos a peça modêlo e uma cópia, produzida em PUR rígido. Notar como o molde de silicone copia fielmente todos os detalhes: